Posts Tagged ‘coisas que eu odeio’

63 – Calor

February 22, 2017

maxresdefault

Qual a graça que as pessoas acham que tem em ser transportado para a virilha do Capeta em meio de uma sauna no terceiro círculo do inferno é algo que eu nunca vou entender.

Pois é mais ou menos isso que o verão faz com as pessoas, você vai até a esquina e em menos de 2 passos já está suado, levanta da cadeira para pegar água e já está suado, acabou de sair do banho e quando você percebe, está enxugando o suor do corpo pois a água já evaporou.

Tudo fica um pouco pior no calor, até atividades mais simples como dormir se tornam um martírio, já que você tem a escolha de passar calor enquanto se esconde de pernilongos, fica exposto a essas criaturas satânicas ou morrer sem ar de tanto inseticida você tem que passar no seu quarto.

“Ah, mas ir pra praia é legal” você diz e eu respondo: “Legal é ganhar na mega-sena”, ir para a praia é como não estar feliz em ser queimado em uma frigideira e decidir que rolar no fogo deve ser ainda mais legal, só que esse fogo é feito de areia quente, sujeira para todo o lado que você olha, pessoas cultivando câncer de pele, fila para comprar pão (oi?) e pagar mais caro por qualquer coisa que você for comprar…espetinho de queijo coalho duvidoso? 10 reais. Picolé feito de água de chuva? 8 reais. Fora o mar poluído, se água do mar fosse boa as casas e prédios da praia não teriam piscina.

Não importa o quanto de líquido você consuma, nunca vai ser o suficiente já que você suará mais que um porco dentro do forno, então você precisa beber cada vez mais líquido, mas quanto mais você bebe, mais você vai suar e quanto você mais suar, mais água vai beber e assim você estará preso em um círculo sem fim sem a menor chance de escapar até que a estação mude.

Pior ainda quando o verão atinge o nível super sayajin e não existe o termo “está esquentando”, o sol já aparece no horizonte full blast fazendo com que você acorde 6 da manhã se perguntando se por acaso sua casa está pegando fogo ou se você foi magicamente transportado durante o sono para dentro de um forno industrial.

Alguém aqui teria coragem de dizer que as chuvas de verão também não são um tipo de castigo divino de um deus que não está feliz o suficiente em assar sua criação e para completar acha divertido afogar um pouquinho as pessoas, ou esmagá-las com árvores.

E para os adolescentes que estão lendo isso aqui e pensando desde o primeiro paragrafo que a coisa boa do verão é ver mulher de pouca roupa, você pode fazer isso da sua casa em qualquer estação do ano, já que as chances de você transar com aquela menina de saia que passou na sua frente é quase a mesma de transar com as mulheres que você vai ver da tela do seu computador.

Em suma, o verão é uma estação maldita que não serve para nada a não ser fazer a gente passar mal e se você não concorda comigo, você está errado.

57 – Pessoas que não sabem usar guarda-chuva

March 18, 2014

Image

 

Olá pessoas que ainda frequentam esse antro perdido e abandonado na internet? Como estão? Não, não quero saber de verdade, só estou sendo educado, responda que está tudo bem e pronto, assim posso ir direto ao post.

Como todos devem ter percebido, estamos novamente na estação do ano em que São Pedro desconta toda sua raiva na cidade de São Paulo pois escolheram São Paulo para o nome da cidade e não São Pedro, ou seja, caos no transito, no transporte público, no metrô e até mesmo na puta que o pariu, mas nada se compara ao caos nas calçadas gerado por transeuntes que: a) estão pouco se fodendo com o globo ocular alheio ou b) não possuem visão periférica.

O ato de usar guarda-chuva é algo que eu nunca me acostumei, dificilmente eu vou usar um guarda-chuva, o que explica eu chegar sempre molhado em casa ou no trabalho, mas hey, cada idiota com sua mania, mas uma coisa eu posso afirmar com toda a pompa, eu não usar guarda-chuva não vai atrapalhar sua vida em nada, agora se você não souber usar seu guarda-chuva, pode ter certeza que pessoas vão querer ver você morto por um estupro coletivo de rinocerontes.

Sério, qual a dificuldade da pessoa que usa guarda-chuva lembrar que está usando a porra de um aparato cujo raio do mesmo é maior que o raio da pessoa e que sendo assim, ela tem uma área circular de ferros com pontas prontas para furar os olhos de outras pessoas? Como se não bastasse isso, pessoas com guarda-chuva deveriam ser proibidas de andar em áreas cobertas, afinal, elas já têm a própria cobertura, mas não, vamos ser o mais filho da puta possível e ficar parada num lugar coberto, com o guarda-chuva aberto e bem no meio do caminho!

Aposto que um monte de vocês já estão pensando: “Quem manda não usar guarda-chuva?”. O qual eu prontamente resposto: “Onde caralhos você viu eu reclamar que eu estou me molhando?” O problema aqui não é molhar ou não, é a filha da putagem do egoísmo e do “poucoestoumefodendoismo” das pessoas com seus guarda-chuvas.

Quer usar? É um direto seu, mas não seja escroto.