51-) Mendigos uniformizados

Sim, finalmente um post novo, depois de mais de alguns meses, eis que estou de volta à escrever essa merda, e não é da sua conta o motivo de eu ter parado, então nem pergunte, mas não se esqueça, o ódio pode entrar em coma, mas ele nunca morre!

Bom, para você que acabou de conhecer meu blog, deixe-me explicar, eu trabalho na Av. Paulista, então se você não é de São Paulo, imagina uma avenida grande e larga que tem mais pessoas que restaurantes e calçadas, isso é o inferno onde fica meu trabalho, e como se isso não bastasse, de um tempo pra cá, a Paulista ganhou mais uma forma de me irritar, são eles: Os mendigos do Greenpeace, os mendigos Hare Krishna, os mendigo de colete laranja (que eu não sei qual entidade eles são).

Sim, eu digo mendigo pois é o que eles são, ok, uma forma menos fedorenta de mendigos, mas ainda assim, afinal, acompanhem comigo:

– Mendigos pedem dinheiro, esses aí também.
– Mendigos têm algo que te deixa meio mal de não ajudar, esses aí também.
– Mendigos são invasivos e te abordam na maior cara de pau, esses aí também.
– Mendigos normalmente não te mostram o que fizeram com seu dinheiro, esses aí também.
– Mendigos têm histórias tristes para contar e pegar seu dinheiro, esses aí também.

Eu odeio pessoas me abordando na rua, seja para o que for, mesmo que seja para perguntar as horas, eu simplesmente não gosto que estranhos puxem assunto comigo, isso me deixa meio desconfortável, agora imagina você andando na rua e vem um desses hippies com colete do Greenpeace querendo falar comigo, o pior é que eles andam em bando, então você tem que fazer malabarismo pra não topar com eles, e nunca, EU DISSE NUNCA, faça contato olho no olho com eles, se você fizer isso, já era, eles irão te abordar com certeza. Mas cara, você tem que ajudar o planeta, e eu digo, foda-se o planeta, eu já faço minha parte, não preciso dar dinheiro para me sentir melhor.

Finalmente você desvia de todos eles e ao longe você avista homens de cabeça raspada e roupas coloridas, e eles estão felizes por estarem lá, só aí já dá pra ver o problema, quem nesse mundo está feliz na Av. Paulista, com certeza não as pessoas que têm um trabalho de verdade e precisam pagar contas no final do mês, agora esses hippies religiosos podem estar feliz, pois eles não fazem porra nenhuma da vida a não ser tentar vender aqueles livrinhos de merda sobre a salvação ou o nirvana ou qualquer merda assim, mas se você não quer ou não tem dinheiro para dar a doação necessária para ganhar o livro, não tem problema, eles aceitam qualquer moeda que você tiver.

E por último, bem perto do metro, um grupo de colete laranja, que até hoje eu não sei qual é a desse pessoal, nem o motivo que eles querem arrancar seu dinheiro, já que, com muita sorte, eu sempre desviei deles, mas deve ser alguma coisa idiota o suficiente para me deixar puto de raiva.

Sabe, você quer ajudar o planeta, quer mostrar como sua religião é bonita ou mesmo cadastrar pessoas para ter o rim roubado, ótimo, pode fazer, mas vá fazer na puta que o pariu e não saia perseguindo quem não quer nem ao menos saber do que se trata a sua organização maldita, eu não sou banco, não tenho dinheiro sobrando, não tenho coração mole, falar comigo é uma perda de tempo, do meu e do seu.

Quer realmente ajudar alguém? Pague uma pinga pra um mendigo, pelo menos você sabe exatamente para que seu dinheiro foi usado.

Tags: , , , ,

9 Responses to “51-) Mendigos uniformizados”

  1. Suzane Says:

    Trabalho na Paulista e sei também do que você tanto fala…

    Realmente, dá trabalho fugir desses ‘laranjinhas’… Pior, quando você corre, e eles correm atrás de você…

    Falou tudo que estava engasgado no meu ser… É uma chatice ser importunada por estes pedintes de esmolas!!!

    Bjs

  2. Vinicius Says:

    Com ctz, e não só na Av. Paulista, mas no centro de SP, tb existem mtos desses: GreenPeace, WWE (akele do panda), entre outros

    CHATOS PRA CARALHO, que morram esses FDP’s que não tem o que fazer da vida, e ficam importunando os outros na rua !!!!

  3. Mary Misato Says:

    nossa..nem sabia q tava com essa modinha…o.O

    pensa pelo lado positivo……seja grosso uma vez e eles nunca mais falam com vc..=D….ou falam? o_O…rs

  4. Bruno Coelho Says:

    Navegando pela net eis que encontro um blog brasileiro dedicado ao odiamento coletivo. Pretendia criar algo neste sentido, mas já não sou tão mal humorado com antes. Isto não te importa, por falar nisso; gostaria apenas de parabenizar-te, pois são poucos os que revelam seu ódio publicamente.

    A generalidade das pessoas adora passar ares de felicidade, como se o mundo fosse um local para risadas constantes. Vejo que tua vida também é um saco, como o do resto da população, de qualquer modo, é o tipo de humor que adoto.

  5. Larissa Says:

    Só eu achei esse post muito babaca e preconceituoso? Sabe o que dá vontade de fazer com pessoas assim? Mandar enfiar uma rola no cu para ver se param de reclamar dos outros que estão tentando salvar a PORRA do PLANETA DE VOCÊS SEUS JUMENTOS! Eu conheço pessoas do Hare Krishna, tenho parentes que são de lá e sabe de uma coisa? Eu não ligo! Se pedem dinheiro na rua, se não pedem .. foda-se cara! É só falar que não tem puta que me pariu! Eu respeito e pronto! Todo mundo fala de respeito e o caramba a 4 mas e ai? Quem respeita? Ninguém..parem de ser chorões e vão fazer sexo porque vocês estão precisando para pararem de serem mau humorados e babacas ¬¬ como eu disse…precisam de um rola no cu PORRA!

  6. Xxxxxx Says:

    Belo post , parabéns !

  7. pau no seu cu Says:

    Nossa cara, a escória da humanidade esta resumida nos seus comentários, que aliás, são tão ridículos que acho eu que você nem sequer sabe do que se trata. Gostaria de dar um soco na sua cara um dia desses, babaca.

  8. Victor Says:

    Daqui a pouco o destinto vai odiar vocês, e vossos cometários, mas como eu já conheço ele, pessoalmente eles vos odeia. Agora com relação a meio ambiente, não somos nós que eles tem que falar, é para as empresas vai pedir para elas, vai travar o trabalho delas, talvez assim e somente assim mudem algo, deixa eu andar em paz. E sem falsidade é melhor comprar uma muda e plantar do que dar dinheiro para esses gananciosos, não sei sobre religião, mas dizem que a “salvação” não se vende, ou algo do gênero. ahhh to nem ai! ÓDIO neles.

  9. Val Says:

    Eu conheço o drama, tenho que caminhar pela Paulista pra ir pro trabalho, também. É absolutamente irritante quando vem esse pessoal de colete laranja praticamente se pondo na sua frente com aquela carinha de beato e a velha conversa: “Oi, posso falar com você por um instante?” Quando não é isto, é: “Oi! Você gosta de criança?” Houve vezes em que eu respondi “Não, não gosto.” e outras em que tive que me desviar desses parasitas. Quem xinga seu post é porque não viu o que acontece por lá. Agora, além dos Hare Krishna, Greenpeace e colete laranja, tem também o colete azul da Unicef e o colete verde do sabe Deus o quê. Com a mesmíssima conversa. Mas conversar ninguém quer, não é? Só querem seu dinheiro. Dá ódio, mesmo. Não é diferente daquele travesti que fica abordando a gente na Paulista com a Consolação pedindo pra gente pagar comida ou fralda. Cansei. Não tenho dinheiro, trabalho em casa de família e a vida é dura pra mim também, que tenho que sustentar minha própria família e moro na periferia. Vão pedir dinheiro pro Tiririca!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: