41 – Aeroportos

Olá queridos leitores, não, não morri, meu coração cheio de ódio ainda bate e aqui estou eu para odiar ainda mais coisas depois de umas mini-férias.
O tema de hoje é simples, mas consegue despertar o ódio do mais puro monge tibetano, sim eu estou falando de aeroportos.

Acho que seria mais fácil montar uma lista com coisas para NÃO se odiar em aeroportos, tudo desse lugar desprezível foi criado única e exclusivamente para te dar a perfeita sensação de que você preferiria estar numa prisão russa no meio da guerra fria, preso por ser um americano espião do que estar no aeroporto.
Vamos então listar algumas coisas, poucas, senão eu teria de ficar até amanhã escrevendo isso e como eu sei que todos vocês tem déficit de atenção, isso não daria certo.

Comida – Vocês acreditam que eles têm coragem de cobrar mais caro por coisas que tem um preço de tabela? Sim, o Mcdonalds do aeroporto cobra mais caro que qualquer outro do Brasil inteiro, ou seja, quer comer uma promoção número 1? Pode se preparar para pagar 5 reais mais caro. Por quê? Eu sei lá, talvez eles acreditem que são um país diferente e podem colocar o preço das coisas o quanto quiser. R$ 4,40 por uma lata de refrigerante? Claro! Não quer pagar, dane-se, nós somos o maldito país aeroporto, pague mais ou não pegue nada. E prepare-se para disputar no tapa um lugar para sentar.

Localização dos portões – Boa sorte em conseguir fazer aquela conexão de um voo para outro, infelizmente, todo e qualquer aeroporto vai olhar atentamente de onde você vem e para aonde você vai e consegue fazer o portão que você tem que embarcar para continuar sua viagem ser um pouco mais para tras da puta que pariu, junte isso com um pequeno atraso por mau tempo e você tem que correr mais que bandido pobre de policial honesto, tem um alógica ser feito desse jeito? Não sei, mas para mim é só para sacanear mesmo.

A constante voz da locutora – Como eu odeio a voz daquela mulher, é praticamente um vendedor de pamonha bi ou tri lingue, o problema é que na maioria das vezes o sistema de som do aeroporto é uma merda e fatalmente a voz da mulher vai sair algo parecido com a voz da professora do Charlie Brown. E na minha humilde opnião, uma pessoa que tem que ser constantemente lembrada de deve ir ao portão X porque seu avião já está partindo não merecia estar no aeroporto.

Claro que existem muitas outras coisas para odiar, digam as que vocês odeiam, e quem conseguir odiar o maior numero de coisas iguais as minhas ganha um dadinho.

Tags: , ,

5 Responses to “41 – Aeroportos”

  1. CoisasQueOdeio Says:

    Eu gostaria de falar com voce, me manda um email por favor obrigado.

  2. changsoh. Says:

    “Última chamada: Carlos Pombo e Daniela Menezes. Embarque imediato Vôo 8095 destino Rio de Janeiro, Portão 12.”
    Foi o que eu ouvi durante 40min no aeroporto aguardando o meu vôo.
    tomanocu. qual a dificuldade desses malditos chegarem no horário?
    e outra. Como é que a última chamada dura 40min? durante 40min essa maldita mensagem persistindo nas caixas de som embutidas no teto do aeroporto aos periódicos 5min. como é que podem soltar 8 últimas chamadas!? última chamada significa a ÚLTIMA!! (nunca decorei nome de 2 pessoas desconhecidas e o número do vôo tão rápido. nem o meu eu decoro.. -o-)

  3. Nathyffa Says:

    Tenho um pedido a te fazer.
    Nada me irrita mais do que aquele comercial do estomazil.
    Poderia fazer algum texto a respeito?
    Obrigada.

  4. Ana Says:

    Jurei nunca mais andar de avião, fiquei 6 horas no aéroporto por causa do atraso no avião. ¬¬

  5. Cida Says:

    Há um ano atrás, viajar para o exterior, e exclusivamente para o México e EUA, era sentenciar a pp morte, por gripe suína.
    Chegada ao Brasil: ngm quer ir te buscar pq vc ter tornado um traficante da H1N1…
    Chegada no aeroporto: por ser um indíviduo de alta periculosidade, fomos encarcerados (3 voos internacionais), em uma sala de vidro, (aprox. 700 pessoas), sem ar condicionado, com uma desvairada, com crachá de enfermeira e uma máscara, mas as mãos sem luvas, recolhendo os formulários que preenchemos sobre o possível contágio….Para esse processo claustrofóbico ficamos mais de 1 hora até a o portão da Polícia Federal….claro, que nesse processo quem chegou saudável, provavelmente estabelelceu um share com vários tipos de doenças infecto contagiosas!
    A VINGANÇA: agente federal olhou com desprezo minha mala, e atendeu o celular e sinalizou com as mãos que eu esperasse. Não hesitei: comecei a tossir exageradamente SEM colocar as mãos em minha boca, e espalhando perdigotos sem pudor!
    eheheheh…ganhei um sinal com as mãos: Sai! sai! uhúuu

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: