16) Pessoas que chegam muito perto de mim

img000172

Legenda da foto:

Espaço pontilhado – Destinado a parasitas intestinais e simbiontes alienigenas.
Espaço em branco – Namoradas.
Azul claro – Namoradas e pessoas que conversam comigo em lugar de musica alta (desde que saiam dele quando terminar de falar).
Verde claro – Amigos e pessoas que eu conheço.
Verde escuro – O resto do mundo.

Esse pelo menos eu tenho certeza que não é um ódio que só eu tenho porque eu já pesquisei, então não me encham o saco.

Ainda acho que secretamente ninguém gosta disso, talvez exceto, as pessoas que fazem isso.

Já sabe do que eu to falando, né? Sim, aquelas malditas pessoas que acham que espaço pessoal é só mais uma coisa inventada pelos cientistas pra justificar a falta de contato humano ou qualquer desculpa que um hippie poderia pensar.

Vamos deixar uma coisa bem clara, se você não é uma namorada minha, não estamos confinados num espaço minúsculo e impossibilitados de ficar longe um do outro ou..ou…ou nada, só essas duas coisas, caso não estejamos em nenhuma situação descrita acima, sai de perto de mim!

O pior é que você até tenta se afastar, mas a pessoa te persegue, parece que se ela não estiver a centímetros de você, ela não consegue estabelecer uma comunicação descente, e tentar usar a tática de fazer o mesmo não funciona, você continua desconfortável e a pessoa ainda continua feliz por estar perto demais.

E você já tentou falar para esse tipo de pessoa que ela esta perto demais? Ou ela fica triste, ou ela acha você anti-social (isso ainda tem hífen?) ou procura outra pessoa pra falar, nos três casos, pelo menos ela sai de perto, se você não se importar de magoar alguém, pode usar essa técnica.

Vamos lá pessoal, não precisamos fazer simbiose para termos um papo agradável, você não precisa colar em mim para me ouvir e definitivamente não temos que ficar grudados como gêmeos siameses para que possamos nos entender.

Mas ainda acho que a solução definitiva somente será alcançada quando for permitido eu carregar aqueles bastões para dar choque em boi, chegou muito perto… ZAP. “Oh, desculpa, não percebi que você estava perto demais…”

5 Responses to “16) Pessoas que chegam muito perto de mim”

  1. bru Says:

    Isso existe e é cientificamente provado.
    É como se fosse uma bolha imaginária, não gostamos quando alguém ultrapassa o limite. Como no desenho que você escreveu.
    Essa bolha aumenta quando estamos em bando, por exemplo, num estádio de futebol. Se uma pessoa está sozinha ela fica quieta e grita gol timidamente. Mas, se tá em bando, todos viram uma grande bolha e começam a gritar desesperadamente.

    O mesmo acontece no carro. As pessoas que dirigem sentem que o carro como um todo é a bolha delas. Daí tem mais coragem pra xingar e buzinar do que se tivessem andando pela rua.

    Outra forma de irritar essa bolha é quando estamos no metro, onibus, trem… e alguém fica olhando. Só o olhar já fura essa bolha.

    Alias, um fato interessante…. os brasileiros, num geral, tem essa percepção de bolha menor do que em outros países da Europa.
    Tanto que se você perceber um gringo falando com um brasileiro, aos poucos durante a conversa, ele dá um passo para trás.

    Alias, um teste é esse mesmo.
    Conversa com alguém e tenta “furar” a bolha da pessoa. Conversa próximo (alguém que vc não tenha intimidade) e perceba que essa pessoa vai dar um passo para trás.

    É engraçado.
    As bolhas coletivas, pessoais e com objetos. hehehe.

  2. Mai Says:

    acho que na próxima você devia falar do ódio por pessoas que ficam passando links que não estamos realmente interessados! 9__9….HAR HAR!!
    zuera…

    achei interessante esse negócio da bolha! =x

  3. Sarah Says:

    Ai, fe e seu mau-humor, ADORO!
    eu ja sentei pertinho de vc, no onibus, praticamente COLADA em vc! haahah e ganhei chocolate!
    Saudades de vc guri, bjs

  4. Regina Says:

    E ai meu tradutor oficial! ( sem abusar demais ne! ) Que é isso! Tao prestativo e nao gosta de um calorzinho humano? ahuahuahauhauaa. Brincadeira! Muito legal o seu blog! Voce escreve muito bem!
    😉

  5. Cida Says:

    Tbm desdenho desconhecidos que ultrapassam a linha verde escuro, e dependendo do gau, até da mesmo da linha verde claro….e tenho uma arma pessoal que é a o olhar: que fuzila e fulmina, sobretudo aqueles que atrevidamente ultrapassam a DEAD LINE e ainda, com a síndrome de alpinistas, te escalam com as mãos, como se fossem fincar uma bandeira em seu crãnio….grrrrrrrrr

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: